Leitura Literária

A LEITURA LITERÁRIA COMO ALIADA NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

A leitura literária é uma ferramenta pedagógica essencial na alfabetização e no cenário educacional por ser uma ferramenta pedagógica enriquecedora e motivadora para os aprendizes, estabelecendo as bases para um relacionamento duradouro com o mundo da palavra escrita.

A leitura literária desempenha um papel fundamental no processo de alfabetização, auxiliando no desenvolvimento da linguagem e no enriquecimento do desenvolvimento infantil. Estudos mostram que a literatura infantil é uma ferramenta indispensável para a aquisição de conhecimento e habilidades de leitura e escrita.  Através da leitura de livros, as crianças têm contato com diferentes tipos de textos, ampliando seu vocabulário, melhorando sua compreensão e interpretação de textos, e desenvolvendo habilidades de escrita.

Portanto, a literatura infantil, desempenha um papel especial no processo de alfabetização, pois apresenta histórias e personagens que cativam a atenção das crianças, despertam sua curiosidade e estimulam sua imaginação. Os livros infantis são um convite para o mundo das letras e das palavras, proporcionando momentos de encantamento e descoberta. Além disso, a literatura infantil estimula a imaginação, a criatividade e promove a socialização das crianças. Ademais, a leitura de livros infantis contribui para o desenvolvimento cognitivo, emocional e social das crianças, proporcionando-lhes experiências significativas e ampliando seu repertório cultural.

Este artigo explorará a importância vital da leitura literária no estágio inicial da aprendizagem, destacando como a imersão em narrativas envolventes e simbólicas pode não apenas aprimorar as habilidades linguísticas, mas também nutrir a imaginação, a compreensão emocional e o gosto pela leitura.

O Papel da Literatura Infantil e o Processo de Formação de Leitores

O papel da literatura infantil no processo de formação de leitores é de fundamental importância, pois essa modalidade literária atua como uma ponte encantadora entre as crianças e o universo da leitura. Ao apresentar narrativas cativantes, personagens fascinantes e cenários imaginativos, a literatura infantil desperta o interesse e a curiosidade dos pequenos, contribuindo para o desenvolvimento da linguagem, do vocabulário e da compreensão textual. Além disso, ao proporcionar experiências emocionais e cognitivas por meio das histórias, ela cria uma base sólida para a construção do hábito da leitura, fomentando a imaginação, a criatividade e, consequentemente, fortalecendo as habilidades necessárias para a compreensão e apreciação de diferentes tipos de textos ao longo da vida.

Por conseguinte, a literatura infantil assume um papel importante na formação de leitores, permeando o desenvolvimento da criança de maneira holística e abrindo portas para um universo de conhecimento e imaginação, pois ela tem um campo vasto de gêneros textuais compostas por histórias, cantigas, contos, poemas e tantas outras formas de expressão artística direcionadas ao público infantil. ademais, seu  papel é de extrema importância na formação desses leitores, pela relevância na aquisição da linguagem e do letramento para as crianças. Através do contato desde cedo com a literatura, as crianças desenvolvem muitas habilidades essenciais e ajuda a cultivar a imaginação, a criatividade e o gosto pelos livros.

É por meio dos livros infantis, que a criança se depara com diferentes estilos textuais. Através deles, elas  ampliam seu vocabulário e aprimoram sua compreensão da linguagem. As histórias também despertam a curiosidade e o interesse pelo conhecimento, incentivando a busca por novas informações e experiências. Além disso, a literatura infantil proporciona um espaço para a reflexão crítica, permitindo que a criança explore diferentes valores, culturas e perspectivas sociais.

A literatura infantil permite que o pequeno leitor participe de experiências de vida através da representação do mundo, ao fazer uma relação entre o maravilhoso e o real. Por intermédio da literatura é possível: aprender, refletir, questionar, comparar, investigar, imaginar, emocionar, divertir, transformar, viver, amadurecer, desenvolver a sensibilidade estética e a expressão linguística, adquirir cultura, diferentes visões de mundo e etc. (BRAGATTO FILHO, 1995).

Desse modo, a literatura infantil desempenha um papel fundamental no estímulo à imaginação, na promoção da criatividade e na experiência de fruição para a criança. Ela se configura como um agente propício para moldar uma mentalidade em formação, proporcionando um amplo leque de possibilidades. Ao abrir as portas entre o real e o imaginário, a literatura não apenas amplia os horizontes do conhecimento da criança, mas também contribui para o desenvolvimento de suas habilidades cognitivas.

Ao ler um texto literário à criança não está apenas decifrando um código, ela está buscando sentido das palavras, aventurando-se na leitura, percebendo a realidade que a cerca, absorvendo conhecimento e transformando-o constantemente, pois o texto literário é polissêmico, sua leitura provoca no leitor
inúmeras reações (FARIA 2004).

A literatura infantil influência significativamente o desenvolvimento cognitivo, emocional e linguístico das crianças. Este gênero literário, caracterizado por histórias cativantes, personagens fascinantes e ilustrações vibrantes, oferece uma entrada acessível ao universo do mundo da leitura. O papel desempenhado pela literatura infantil abrange diversas dimensões:

Tabela 1: Dimensões da Literatura Infantil no Processo de Formação de Leitores

DimensãoDescrição
 1. Estímulo à Imaginação   e   Criatividade Narrativas envolventes e cenários fantásticos presentes na literatura infantil   estimulam a imaginação das crianças, promovendo o desenvolvimento da   criatividade e contribui para o desenvolvimento cognitivo.
 2. Desenvolvimento da   Linguagem e Vocabulário A exposição regular à diversidade linguística presente na literatura infantil   contribui para ampliar o vocabulário e aprimorar as habilidades linguísticas   e a adquiri um repertório mais amplo de palavras e estruturas gramaticais.
 3. Formação de Valores e   Ética Muitas histórias carregam mensagens éticas, ensinando valores como   amizade, empatia e respeito.  Dessa forma, atua como uma ferramenta   educacional para o desenvolvimento moral e social.
 4. Desenvolvimento do   Gosto pela Leitura Narrativas acessíveis e cativantes contribui para a formação de um vínculo   positivo com a leitura desde a infância. Criar o hábito de leitura desde cedo   dar bases sólidas para uma relação duradoura e prazerosa com os livros.
 5. Incentivo à Interação   Familiar A leitura compartilhada promove momentos de interação afetiva entre   pais,  cuidadores e crianças. Esses momentos fortalecem os laços, e  oferecem um ambiente propício para a troca de ideias e experiências.

Assim, o papel da literatura infantil transcende a mera transmissão de histórias; ela se torna uma aliada fundamental no processo de formação de leitores, moldando não apenas as habilidades de leitura, mas também aspectos cruciais do desenvolvimento infantil.

A leitura de livros infantis também desempenha um papel fundamental no desenvolvimento das habilidades linguísticas, visto que, elas se envolvem com as narrativas, e desenvolvem a compreensão de texto, a interpretação e a expressão oral e escrita. Além do que, a literatura infantil proporciona um espaço de aprendizado lúdico, onde as crianças podem adquirir conhecimentos e expandir seu vocabulário de maneira natural e prazerosa.

Além de estimular o desenvolvimento cognitivo e linguístico, a literatura infantil também contribui para o enriquecimento do repertório cultural das crianças. Por meio das histórias, elas têm a oportunidade de explorar diferentes realidades, culturas, tradições e valores. Isso ajuda a ampliar seus horizontes, promove a empatia e o respeito pela diversidade.

Em resumo, a literatura infantil desempenha um papel fundamental no processo de formação de leitores, tais como: despertar o prazer pela leitura; auxiliar no desenvolvimento cognitivo e linguístico; ampliar o repertório cultural; estimular a imaginação, e o pensamento crítico das crianças.

Literatura Infantil: Estímulo à Imaginação e Criatividade

A literatura infantil desempenha um papel fundamental no estímulo à imaginação e criatividade das crianças. Ao se depararem com histórias, personagens e cenários fantásticos, as crianças são incentivadas a explorar sua imaginação, criar suas próprias histórias e suas imagens mentais.

A leitura de livros infantis permite que as crianças mergulhem em mundos fictícios, desenvolvendo habilidades criativas, como a capacidade de criar, inventar e problematizar situações. Além disto, a literatura infantil estimula a curiosidade, a capacidade de questionar e explorar novos horizontes.

Desenvolvimento da imaginação e criatividade

Literatura Infantil: Um Portal Mágico para a Imaginação e Criatividade

A literatura infantil se configura como um portal mágico para a mente das crianças, onde a imaginação e a criatividade podem florescer livremente. Mediante as histórias, poemas, contos, e personagens dos livros infantis, as crianças são transportadas para diferentes contextos e universos imaginários (mundos fantásticos), onde embarcam em aventuras emocionantes, conhecem personagens memoráveis e exploram infinitas possibilidades. Elas são incentivadas a visualizar e criar imagens mentais, exercitando sua capacidade de imaginação.

1. Um Universo de Sonhos e Possibilidades:

As obras de literatura infantil abrem um universo de sonhos e possibilidades para as crianças. Através da leitura, elas:

  • Viajam para terras encantadas: Exploram florestas mágicas, reinos distantes e outros mundos fantásticos, expandindo seus horizontes e nutrindo sua imaginação.
  • Conhecem personagens incríveis: Se identificam com heróis corajosos, princesas aventureiras, animais falantes e outras figuras que despertam sua empatia e criatividade.
  • Vivenciam situações emocionantes: Enfrentam desafios, superam obstáculos e celebram conquistas junto aos personagens, aprendendo sobre valores importantes como amizade, coragem e perseverança.

2. Estimulando a Criatividade e a Expressão:

A literatura infantil também atua como um poderoso estímulo à criatividade e à expressão individual. As histórias inspiram as crianças a:

  • Criar suas próprias aventuras: Inventar seus próprios personagens, histórias e cenários, explorando diferentes formas de expressão artística como a escrita, o desenho e a dramatização.
  • Expressar seus sentimentos e ideias: Utilizar a linguagem de forma criativa para comunicar seus pensamentos, sentimentos e experiências, desenvolvendo sua autoconfiança e comunicação.
  • Explorar diferentes perspectivas: Entender diferentes pontos de vista e se colocar no lugar do outro, desenvolvendo a empatia e a capacidade de resolução de problemas.
  • Promovendo a criatividade: A literatura infantil oferece narrativas que desafiam as crianças a solucionar problemas, a pensar fora da caixa e a inventar novas possibilidades. Ao se envolverem com histórias criativas, as crianças são estimuladas a desenvolver suas próprias ideias e a se expressar de maneira original.

3. Benefícios para o Desenvolvimento Infantil:

O desenvolvimento da imaginação e da criatividade na infância oferece diversos benefícios, como:

  • Melhor desempenho escolar: A capacidade de imaginar, pensar criativamente e solucionar problemas facilita o aprendizado em todas as áreas do conhecimento, sendo essencial para o sucesso na escola.
  • Aumento da capacidade de concentração: As histórias prendem a atenção da criança, ajudando-a a desenvolver o foco e a concentração.
  • Aumento da autoestima: A criança se sente capaz de criar, imaginar, expressar-se livremente, e a valorização das ideias próprias contribuem para o desenvolvimento da autoconfiança e da autoestima.
  • Comunicação eficaz: A capacidade de se expressar de forma criativa e original facilita a comunicação com outras pessoas.
  • Resolução de problemas: A flexibilidade mental e a capacidade de pensar fora da caixa auxiliam na resolução de problemas de forma criativa e inovadora.
  • Desenvolvimento de habilidades sociais: A literatura infantil promove a empatia, a comunicação e a capacidade de trabalhar em equipe.
  • Saúde mental: A leitura ajuda a lidar com o estresse, a ansiedade e outras emoções negativas.
  • Resiliência: As histórias podem ensinar as crianças a lidar com os desafios da vida.

4. Dicas para Incentivar a Imaginação e a Criatividade:

  • Escolha histórias que estimulem a imaginação: Opte por livros com ilustrações ricas, personagens cativantes e enredos que despertem a curiosidade da criança.
  • Crie um ambiente propício para a leitura: Um espaço aconchegante com livros acessíveis e atividades criativas incentiva a criança a explorar o mundo da leitura.
  • Leia para a criança: A leitura em voz alta, com entonação e expressividade, torna a experiência ainda mais rica e envolvente.
  • Ler histórias com frequência: Ler para a criança diariamente e incentivá-la a ler por conta própria é fundamental para estimular a imaginação e a criatividade.
  • Contar histórias: Incentivar a criança a inventar suas próprias histórias, seja oralmente ou por escrito, é uma ótima forma de estimular a criatividade.
  • Participe das brincadeiras: Incentive a criança a recriar as histórias, inventar novos personagens e cenários, e usar sua criatividade para dar vida à sua imaginação.
  • Brincadeiras criativas: Brincadeiras que envolvam faz-de-conta, dramatização e criação de cenários estimulam a imaginação e a criatividade da criança.
  • Incentivando questionamentos e novas perspectivas: A diversidade de personagens, cenários e temas presentes na literatura infantil amplia o repertório de experiências das crianças. Elas são estimuladas a questionar, refletir e a explorar diferentes pontos de vista, desenvolvendo a capacidade de pensar criticamente e de se colocar no lugar do outro.
  • Contato com a arte: Expor a criança a diferentes formas de arte, como música, pintura e teatro, contribui para o desenvolvimento da criatividade.

A literatura infantil proporciona às crianças um mundo rico em possibilidades, onde a imaginação e a criatividade não têm limites.

Ao incentivar a leitura de livros infantis, estamos proporcionando às crianças um universo de estímulos que favorecem o desenvolvimento da imaginação e criatividade, habilidades essenciais para o seu crescimento e aprendizado.  Ao estimular a imaginação e a criatividade através da literatura infantil, pais e educadores preparam as crianças para o futuro, equipando-as com habilidades essenciais para o crescimento e aprendizado. 

Literatura Infantil: Desenvolvimento da Linguagem

A literatura infantil desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da linguagem das crianças. A leitura de livros proporciona um ambiente rico em vocabulário, em estimulo a expressão oral e escrita e contribui para o desenvolvimento compreensivo e expressivo da linguagem.

As histórias e personagens presentes nos livros infantis possibilitam que as crianças vivenciem diferentes situações de comunicação, auxiliando na aquisição de novas palavras e conceitos. Através da leitura, as crianças aprendem a estruturação da língua, a gramática e a construção de frases.

Literatura Infantil: Várias Possibilidades para o Desenvolvimento da Linguagem

A literatura infantil se revela como um universo rico, uma aliada fundamental e estimulante para o desenvolvimento da linguagem das crianças. Por intervenção da imersão em um universo rico em diferentes estruturas textuais (histórias,  poemas, canções e contos), as crianças se deparam com uma variedade de recursos linguísticos que contribuem para a expansão do vocabulário, a aprimoração da gramática e sintaxe.

1. Um Universo de Palavras e Expressões:

As obras de literatura infantil apresentam um universo rico em palavras e expressões, proporcionando às crianças:

  • Aquisição de vocabulário: As histórias introduzem novas palavras e expressões, expandindo o vocabulário da criança e permitindo que ela se expresse de forma mais rica e precisa. Nas histórias elas encontram figuras de linguagem que enriquecem sua comunicação e facilitam a compreensão do mundo ao seu redor.
  • Desenvolvimento da gramática: A leitura expõe a criança a diferentes estruturas gramaticais, auxiliando na compreensão e utilização correta da língua. Aprimoram a sintaxe ao observarem como as frases são estruturadas e como as palavras se relacionam entre si, internalizando as regras gramaticais de forma natural e divertida.  Desse modo, apreendem de forma natural como as palavras se combinam para formar frases e expressar ideias de maneira clara e concisa.
  • Desenvolvem a fonética: Familiarizam-se com os sons da língua e aprendem a associá-los às letras, facilitando o processo de alfabetização.
  • Despertam a consciência fonológica: Reconhecem os sons que compõem as palavras, desenvolvendo habilidades essenciais para a leitura e a escrita.
  • Aprimoramento da comunicação oral: As histórias estimulam a participação da criança em conversas, debates e dramatizações, aprimorando suas habilidades de comunicação oral.
  • Aprimoramento da articulação da fala: Pronunciam as palavras com mais clareza e desenvoltura, facilitando a comunicação com outras pessoas.

2. Uma Sinfonia de Estilos e Narrativas:

A literatura infantil oferece uma sinfonia de estilos e narrativas que contribuem para o desenvolvimento da linguagem da criança. Através da leitura de diferentes tipos de textos, como contos de fadas, fábulas, poemas e cantigas, a literatura infantil atua como um poderoso estímulo à leitura e à escrita. As histórias despertam o interesse da criança pela linguagem escrita, levando-a a:

  • Descobrir o prazer da leitura: As histórias envolventes e divertidas motivam a criança a ler por vontade própria, criando um hábito que a acompanhará por toda a vida, pois descobrem o prazer de se aventurar em mundos imaginários e se conectar com personagens cativantes.
  • Explorar diferentes gêneros textuais: A literatura infantil oferece uma variedade de gêneros, como contos de fadas, fábulas, poemas e histórias de aventura, permitindo que a criança explore diferentes estilos de escrita.
  • Desenvolver a criatividade textual: As histórias inspiram a criança a criar suas próprias produções textuais, inventando histórias, poemas e outros tipos de textos.
  • Desenvolver a compreensão textual: Aprende a identificar os elementos de um texto, como personagens, enredo, tempo e espaço, e a entender a mensagem que o autor deseja transmitir.
  • Aprimora a interpretação: Consegue inferir o significado de palavras e frases, identificar figuras de linguagem e compreender as nuances do texto.
  • Aprimoram a compreensão leitora: Aprendem a interpretar textos, identificar elementos importantes e compreender o significado das histórias.
  • Despertam a vontade de escrever: Inspiram-se nas histórias que leem para criar suas próprias narrativas, explorando sua criatividade e expressividade.

A literatura infantil é uma poderosa ferramenta para o enriquecimento da linguagem das crianças. Ao serem expostas a diferentes histórias e vivenciarem personagens cativantes, as crianças têm a oportunidade de expandir seu vocabulário e desenvolver habilidades de expressão oral e escrita.

Através da leitura, as crianças são apresentadas a novas palavras e conceitos, aprimorando seu repertório linguístico. Além disso, ao observarem a estruturação da língua nos textos literários, elas adquirem conhecimento sobre a gramática e a construção de frases, fortalecendo sua própria habilidade de comunicação.

Literatura Infantil: Formação de Valores e   Ética

A Literatura Infantil desempenha um papel fundamental na formação de valores e ética nas crianças, contribuindo para o desenvolvimento de uma consciência moral desde os primeiros anos de vida. Por meio de narrativas envolventes e personagens cativantes, as histórias proporcionam oportunidades para discutir temas como amizade, solidariedade, respeito e responsabilidade. Autores renomados, como Monteiro Lobato, Ruth Rocha e Ziraldo, têm dedicado suas obras a transmitir mensagens valiosas, instigando a reflexão sobre comportamentos e atitudes.

As narrativas infantis muitas vezes exploram dilemas éticos de maneira acessível, permitindo que as crianças compreendam conceitos abstratos, por meio de situações fictícias e diálogos simples. Personagens que enfrentam desafios morais e tomam decisões éticas incentivam os pequenos leitores a refletirem sobre suas próprias escolhas e a entenderem as consequências de suas ações. Essa abordagem lúdica e envolvente contribui para a formação de uma base ética sólida.

Literatura Infantil: Uma Jornada Encantadora na Formação de Valores e Ética

A literatura infantil se revela como uma jornada encantadora na formação de valores e ética nas crianças. Através do contato com histórias (poemas e contos,) envolventes e personagens memoráveis, os pequenos exploram um universo de princípios e aprendem a refletir sobre o que é certo e errado,  a compreender diferentes perspectivas sobre a importância da compaixão, da justiça e do respeito ao próximo. Portanto, a criança aprende a desenvolver um senso de justiça e respeito de forma lúdica e significativa, pelas complexas questões da vida em sociedade.

1.  Aprendendo Ética na Prática::

As obras de literatura infantil apresentam um universo rico em dilemas morais, essas literaturas também atua como um poderoso estímulo ao diálogo e à reflexão sobre valores e ética, oferecendo um espaço seguro para que as crianças explorem dilemas éticos e aprendam a tomar decisões conscientes.

2. Um Universo de Valores e Reflexões:

As obras de literatura infantil apresentam um universo rico em valores e reflexões, proporcionando às crianças um poderoso estímulo ao diálogo e à reflexão. As histórias abrem espaço para conversas sobre valores importantes, como:

  • Amizade: As histórias celebram a importância da amizade verdadeira, do companheirismo e da lealdade, construindo bases sólidas para relações saudáveis.
  • Valores: As histórias colocam os personagens em situações que exigem que eles façam escolhas, levando a criança a pensar sobre os valores que estão em jogo.
  • Respeito: As histórias ensinam a importância de respeitar às diferenças, à individualidade e aos direitos dos outros.
  • Honestidade: Os valores da verdade e da justiça são abordados de forma lúdica, incentivando a integridade e a ética nas relações interpessoais.
  • Responsabilidade: Os personagens demonstram as consequências de suas ações e a importância de ser responsável por seus atos e de cuidar do meio ambiente, da natureza, dos animais e do próximo, cultivando a autonomia e o senso de cuidado.
  • Solidariedade: As histórias inspiram a compaixão e o auxílio ao próximo, promovendo a construção de um mundo mais justo e colaborativo.
  • Empatia: Ao se colocarem no lugar dos personagens, as crianças aprendem a compreender as diferentes perspectivas e a desenvolver a compaixão pelo outro, isto é, as histórias permitem que a criança se coloque no lugar do outro, compreendendo seus sentimentos e necessidades, promovendo a compaixão e a tolerância. promovendo a empatia e a tolerância.
  •  Consciência social: As histórias abordam temas como respeito à diversidade, inclusão, justiça e cuidado com o meio ambiente, despertando a consciência social da criança.
  •  Autonomia moral: As histórias incentivam a criança a pensar por si mesma, a tomar decisões responsáveis e a agir de forma ética.

3. Benefícios para o Desenvolvimento Infantil:

A formação de valores e ética na infância oferece diversos benefícios, como:

  • Cidadania: As crianças aprendem a se tornar cidadãos mais conscientes, participativos e membros responsáveis da sociedade.
  • Convivência social: As crianças aprendem a se relacionar com os outros de forma respeitosa e tolerante. Aprendem a ter compreensão e respeito pelas diferenças, mantém relações interpessoais mais saudáveis e positivas.
  • Tomada de decisões responsáveis: As histórias podem ajudar as crianças a desenvolver a capacidade de pensar criticamente e tomar decisões responsáveis baseadas em princípio éticos e valores humanitários.
  • Promover debates: As histórias podem ser usadas como ponto de partida para discussões sobre diferentes temas, como amizade, respeito, tolerância e justiça.
  • Desenvolver o senso crítico: As histórias podem ajudar as crianças a questionar o mundo ao seu redor e a desenvolver seu senso crítico.
  • Aprender a lidar com conflitos: Os personagens lidam com situações de conflito de forma positiva, buscando soluções pacíficas e respeitosas.
  • Refletir sobre suas ações: Os personagens enfrentam desafios e decisões moralmente complexas, convidando as crianças a refletirem sobre seus próprios comportamentos e valores.
  • Resiliência: As histórias podem ensinar as crianças a lidar com os desafios da vida.
  • Melhor desenvolvimento social: As crianças aprendem a conviver com os outros de forma mais harmoniosa e respeitosa.
  • Cidadãos conscientes: A formação de valores é fundamental para a construção de uma sociedade mais justa, ética e responsável. Assim, as crianças se tornam cidadãos conscientes e participativos.

4. Dicas para Estimular a Formação de Valores e Ética através da Literatura Infantil:

  • Leia para a criança diariamente, mesmo que seja por alguns minutos.
  • Escolha livros que abordem temas relacionados a valores e ética.
  • Faça perguntas sobre a história e incentive a criança a participar da leitura.
  • Discuta com a criança os valores presentes na história.
  • Incentive a criança a pensar criticamente sobre os valores apresentados na história.
  • Ajude a criança a relacionar os valores da história com sua própria vida.

Ao seguir essas dicas, pais e educadores podem ajudar as crianças a desenvolverem seus valores e senso de ética de forma lúdica e significativa.

Gêneros Narrativos da Literatura Infantil: Um Mapa para Aventuras Literárias

A literatura infantil abrange uma rica variedade de gêneros narrativos, proporcionando às crianças um universo vasto de histórias e experiências. Dentre esses gêneros, destacam-se os contos de fadas, que há séculos encantam e ensinam valores aos pequenos leitores. O formato envolvente dessas narrativas, repleto de personagens mágicos e cenários fantásticos, contribui para o desenvolvimento da imaginação e da criatividade das crianças.

Além dos contos de fadas, os livros de aventura também desempenham um papel crucial na literatura infantil. Narrativas emocionantes e cheias de reviravoltas estimulam o gosto pela leitura e desenvolvem a habilidade de acompanhar tramas mais elaboradas. Personagens corajosos e desafios a serem superados proporcionam uma experiência enriquecedora, ajudando as crianças a entenderem a importância da resiliência e da superação.

Os gêneros informativos, como livros ilustrados e enciclopédias infantis, são igualmente relevantes. Eles oferecem conhecimento sobre o mundo ao redor, despertando a curiosidade e o desejo de aprender. A combinação de texto e ilustrações cativantes torna a leitura mais acessível e estimula o interesse das crianças por diferentes áreas, como ciência, história e natureza.

Outro gênero relevante na literatura infantil é o das fábulas. Com personagens animais antropomórficos e histórias curtas, as fábulas têm o intuito de transmitir lições morais de forma lúdica. Através das experiências dos personagens, as crianças aprendem sobre valores como amizade, honestidade e respeito, contribuindo para a formação ética desde os primeiros anos de vida.

Os Gêneros Narrativos da Literatura Infantil

A literatura infantil se configura como um universo mágico, onde a imaginação navega por mares de histórias, poemas e contos. Nessa jornada literária, os gêneros narrativos se tornam bússolas que guiam as crianças por diferentes paisagens, explorando temas, estilos e estruturas que enriquecem sua experiência de leitura.

desenvolvimento socioemocional

1. Contos de Fadas: Clássicos Atemporais:

Os contos de fadas, como “Cinderela” e “Chapeuzinho Vermelho”, são clássicos atemporais que encantam as crianças com suas fadas madrinhas, bruxas malvadas, príncipes corajosos e princesas em apuros. Através de elementos mágicos e fantásticos, esses contos transmitem valores importantes como a bondade, a perseverança e o triunfo do bem sobre o mal.

2. Fábulas: Lições de Moral em Histórias Animais:

As fábulas, como “A Lebre e a Tartaruga” e “A Raposa e as Uvas”, apresentam histórias protagonizadas por animais que ensinam lições de moral de forma divertida e educativa. Através de personagens astutos, ingênuos e sábios, as fábulas incentivam as crianças a refletir sobre valores como a honestidade, a humildade e a justiça.

3. Aventuras: Emoção e Adrenalina para Jovens Leitores:

Os livros de aventura, como “A Ilha do Tesouro” e “As Aventuras de Tom Sawyer”, convidam as crianças a embarcarem em jornadas emocionantes e cheias de adrenalina. Através de heróis corajosos que enfrentam desafios e perigos, as histórias de aventura estimulam a imaginação, o senso de justiça e a criatividade das crianças.

4. Mitos: Desvendando Origens e Mistérios:

Os mitos, como a história de Prometeu e a criação do fogo, narram histórias que explicam a origem do mundo, dos seres humanos e dos fenômenos naturais. Através de deuses, heróis e criaturas fantásticas, os mitos permitem que as crianças explorem diferentes culturas, crenças e valores, expandindo seus horizontes e conhecimento.

5. Lendas: Misturando História e Ficção:

As lendas, como a do Curupira e da Mula sem Cabeça, são histórias que mesclam elementos históricos com elementos ficcionais, criando uma atmosfera mágica e misteriosa. Através de personagens lendários e acontecimentos extraordinários, as lendas despertam a curiosidade das crianças sobre o passado, a cultura popular e o folclore.

6. Poesia: Brincando com Palavras e Emoções:

A poesia, como os poemas de Vinicius de Moraes e Cecília Meireles, utiliza a linguagem de forma criativa e musical para despertar diferentes emoções nas crianças. Através de rimas, ritmos e jogos de palavras, a poesia estimula a criatividade, a sensibilidade e a expressividade das crianças.

Explorando a Diversidade dos Gêneros Narrativos:

É importante que as crianças tenham contato com diferentes gêneros narrativos para ampliar seus horizontes literários e desenvolver suas habilidades de leitura. Ao navegar por essa diversidade de histórias, as crianças podem:

  • Descobrir suas preferências literárias;
  • Enriquecer seu vocabulário;
  • Desenvolver sua capacidade de interpretação;
  • Ampliar seus conhecimentos sobre o mundo;
  • Estimular sua criatividade e imaginação.

Incentivando a Leitura e o Amor pelos Livros:

Ao incentivar a leitura de diferentes gêneros narrativos desde a infância, pais e educadores contribuem para a formação de leitores críticos, criativos e autônomos. Através da literatura infantil, as crianças são nutridas com valores importantes, desenvolvem suas habilidades socioemocionais e se preparam para os desafios do futuro. Veja na tabela 2, os gêneros narrativos da literatura infantil:

Tabela 2: Gêneros Narrativos: Um Universo de Aventuras Literárias

GêneroDescriçãoExemplos
 1. Contos de   FadasHistórias curtas com elementos mágicos e fantásticos, geralmente com fadas, bruxas, príncipes e princesas. Transmitem valores como a bondade, a perseverança e o triunfo do bem sobre o mal.Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, A Bela e a Fera
 2. FábulasHistórias curtas protagonizadas por animais que ensinam lições de moral de forma divertida e educativa. Incentivam a reflexão sobre valores como a honestidade, a humildade e a justiça.A Lebre e a Tartaruga, A Raposa e as Uvas, O Leão e o Rato
 3. AventurasHistórias emocionantes e cheias de adrenalina, com heróis corajosos que enfrentam desafios e perigos. Estimulam a imaginação, o senso de justiça e a criatividade.A Ilha do Tesouro, As Aventuras de Tom Sawyer, O Hobbit
 4. MitosNarrações que explicam a origem do mundo, dos seres humanos e dos fenômenos naturais, com deuses, heróis e criaturas fantásticas. Permitem explorar diferentes culturas, crenças e valores.Prometeu e a criação do fogo, Pandora e a caixa de males, O Minotauro e o Labirinto
 5. LendasMisturam elementos históricos e ficcionais, criando uma atmosfera mágica e misteriosa. Despertam a curiosidade sobre o passado, a cultura popular e o folclore.O Curupira, A Mula sem Cabeça, O Boitatá
 6. PoesiaUsa a linguagem de forma criativa e musical para despertar diferentes emoções. Estimula a criatividade, a sensibilidade e a expressividade.Poemas de Vinicius de Moraes, Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade
 7. CrônicaNarra fatos do cotidiano de forma breve e informal, com humor, crítica social ou reflexões pessoais. Permite observar o mundo com um olhar mais atento e crítico.Crônicas de Luiz Fernando Verissimo, Martha Medeiros, Rubem Braga
 8. RomanceNarra histórias longas e complexas, com diversos personagens e tramas entrelaçadas. Explora temas como o amor, a morte, a família, a guerra e a política.Dom Casmurro, O Triste Fim de Policarpo Quaresma, Grande Sertão: Veredas
 9. TeatroTextos escritos para serem encenados em um palco, com personagens, diálogos e ações. Estimula a criatividade, a expressividade corporal e a capacidade de trabalhar em equipe.Romeu e Julieta, Hamlet, O Rei Lear
 10 BiografiaNarra a história real de uma pessoa, geralmente escrita por um biógrafo. Permite conhecer a vida e obra de figuras importantes da história e da cultura.Biografia de Albert Einstein, Nelson Mandela, Malala Yousafzai
 11.AutobiografiaNarra a história de vida da própria pessoa, escrita por ela mesma. Oferece uma visão pessoal e íntima de experiências e sentimentos.Autobiografia de Benjamin Franklin, Nelson Mandela, Frida Kahlo
Lembre-se:
  • A escolha dos livros deve ser feita de acordo com a idade e o nível de desenvolvimento da criança;
  • A leitura deve ser um momento prazeroso e nunca uma obrigação;
  • Existem diversas ferramentas e recursos disponíveis para auxiliar pais e educadores na escolha de livros e na promoção da leitura.

A Mediação Familiar na Promoção da Leitura Literária

Para compreendermos os processos de mediação de leitura, é essencial entender o conceito de mediação. De origem latina, o termo “mediação” deriva de “mediatione”, que se refere à ação de intervenção entre duas partes. No âmbito da formação de leitores, os mediadores ocupam uma posição intermediária entre os leitores e as obras literárias, bem como entre os próprios leitores. Esses mediadores podem assumir diversas formas, incluindo membros da família, professores, bibliotecários, entre outros.

O mediador tem como função facilitar a relação entre o leitor e o livro. O mediador é o meio termo. De acordo com RASTELI, 2013. p. 16, o mediador destaca-se por sua intenção de contribuir na apropriação de significados no processo de interação do leitor com o texto nas experiências de aprendizagens potencializando as capacidades de atores sociais e despertando suas competências.

A prática de mediação de leitura é uma atividade que se desenrola em ambientes diversos, abrangendo desde o ambiente acolhedor do lar e a interação no seio familiar até espaços públicos como bibliotecas, brinquedotecas, ludotecas, igrejas e, claro, o ambiente escolar. Em casa, a mediação pode ocorrer de forma espontânea entre pais e filhos, enquanto nas bibliotecas públicas e ludotecas, ela é frequentemente conduzida por profissionais especializados. Já nas escolas, a mediação de leitura torna-se uma ferramenta fundamental no processo educacional, onde os professores desempenham um papel crucial ao guiar os alunos na exploração do vasto mundo literário. Essa diversidade de contextos evidencia a amplitude e a flexibilidade da mediação de leitura como prática pedagógica

A interação familiar desempenha um papel fundamental na promoção da leitura literária. Pais e familiares têm o poder de despertar o interesse pela leitura nas crianças, sendo modelos e incentivadores. A leitura em família, a contação de histórias e a disponibilidade de livros em casa são estratégias eficazes para estimular o gosto pela leitura desde os primeiros anos de vida.

Ao compartilharem tempo de qualidade juntos, pais e filhos fortalecem os laços emocionais, criando momentos de afeto e cumplicidade. A leitura em família não apenas enriquece o vocabulário e a imaginação das crianças, mas também ajuda a desenvolver habilidades cognitivas, como a concentração, a memória e a capacidade de compreensão de textos.

A interação durante a leitura permite que as crianças façam perguntas, expressem opiniões e compartilhem suas impressões, estimulando o diálogo e a troca de ideias. Além disso, a leitura literária em família pode ser um momento de relaxamento e diversão, proporcionando um escape para o mundo da imaginação e incentivando o hábito de leitura ao longo da vida.

“A importância da interação familiar na promoção da leitura literária está no poder de criar memórias afetivas, estabelecer conexões emocionais e despertar o amor pelos livros nas crianças”.

A criação de um ambiente familiar acolhedor e propício à leitura é essencial para que as crianças desenvolvam o hábito de ler e valorizem a literatura como uma atividade prazerosa e enriquecedora. Ter uma biblioteca em casa, com uma variedade de livros de diferentes temas e gêneros, estimula a curiosidade e a busca pelo conhecimento, além de possibilitar uma escolha de leitura de acordo com o interesse de cada membro da família.

A interação familiar durante a leitura literária é um momento valioso que vai além do aprendizado formal. É um momento de conexão, de fortalecer os laços familiares e de criar memórias que perdurarão por toda a vida. Essa interação constrói uma base sólida para o desenvolvimento linguístico, emocional e cognitivo das crianças, preparando-as para um futuro promissor.

Quando os pais se tornam protagonistas na promoção da leitura literária, estão proporcionando às crianças um presente valioso e duradouro. A interação familiar é capaz de despertar o amor pelos livros, estimular a imaginação, enriquecer o vocabulário e abrir portas para um mundo de conhecimento e possibilidades. Portanto, invista nesse tempo de qualidade em família e faça da leitura literária uma prática presente no cotidiano de todos.

Portanto, no contexto da formação de leitores, os mediadores desempenham um papel crucial na promoção do contato positivo das crianças com a literatura. Sejam eles pais, educadores ou bibliotecários, esses mediadores têm a responsabilidade de selecionar obras adequadas, incentivar a leitura compartilhada e criar ambientes propícios para a exploração do universo literário. A interação constante com a literatura infantil não apenas fortalece as habilidades de leitura, mas também instiga a curiosidade, o pensamento crítico e a expressão verbal, elementos essenciais para a formação de leitores autônomos e críticos ao longo da vida.

Conclusão

A leitura literária desempenha um papel crucial no processo de alfabetização e no desenvolvimento integral das crianças. Através da literatura, as crianças têm a oportunidade de ampliar seu repertório linguístico, desenvolver habilidades de leitura e escrita, estimular a imaginação, a criatividade e promover o desenvolvimento socioemocional.

Para que a leitura literária seja efetiva, é necessário o envolvimento tanto da família quanto da escola. Criar um ambiente propício à leitura, oferecer livros adequados e promover atividades que estimulem o gosto pela leitura são fundamentais. Dessa forma, a leitura literária se torna uma ferramenta indispensável para a formação de leitores e para o enriquecimento do desenvolvimento infantil.

Os benefícios da leitura literária vão além do processo de aprendizagem da língua escrita. Ela contribui para a formação de cidadãos críticos e criativos, capazes de compreender o mundo ao seu redor, expressar suas ideias e se relacionar de forma saudável com os outros. Portanto, a importância da leitura literária na educação é indiscutível e deve ser valorizada e incentivada em todos os âmbitos da vida das crianças.

FAQ

Qual é o papel da leitura literária no processo de alfabetização?

A leitura literária desempenha um papel fundamental no processo de alfabetização, auxiliando no desenvolvimento da linguagem e no enriquecimento do desenvolvimento infantil. Estudos mostram que a literatura infantil é uma ferramenta indispensável para a aquisição de conhecimento e habilidades de leitura e escrita.

Qual é a importância da literatura infantil na formação de leitores?

A literatura infantil desempenha um papel crucial na formação de leitores desde os primeiros anos de vida. Ela desperta o interesse pela leitura, enriquece o vocabulário, amplia o repertório cultural e estimula o pensamento crítico.

Como a literatura infantil contribui para o desenvolvimento da linguagem das crianças?

A literatura infantil desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da linguagem das crianças. A leitura de livros proporciona um ambiente rico em vocabulário, estimula a expressão oral e escrita, e contribui para o desenvolvimento da linguagem compreensiva e expressiva.

Qual é o estímulo da literatura infantil na imaginação e criatividade das crianças?

A literatura infantil desempenha um papel importante no estímulo à imaginação e criatividade das crianças. Ao se depararem com histórias, personagens e cenários fantásticos, as crianças são incentivadas a explorar sua imaginação, criar suas próprias histórias e imagens mentais.

Qual é a importância da interação familiar na promoção da leitura literária?

A interação familiar desempenha um papel fundamental na promoção da leitura literária. Pais e familiares têm o poder de despertar o interesse pela leitura nas crianças, sendo modelos e incentivadores.

Links de Fontes

Auxiliadora Lemos
Auxiliadora Lemos

Sou Auxiliadora Lemos. Professora e Psicopedagoga Clínica com mais de 18 anos de experiência na área. Esse espaço é dedicado a assuntos da Psicopedagogia, para guiar estudantes, recém-formados e profissionais que estão começando na área. Meu objetivo é oferecer suporte, compartilhar conhecimentos, dar dicas de recursos e facilitar a transição acadêmica à prática psicopedagógica. Vamos explorar juntos o fascinante universo do desenvolvimento humano e da aprendizagem!

Artigos: 27

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *